terça-feira, 30 de junho de 2015

Série Poesias: Era um castelo de areia (30/06/2015)



Certo dia acordei
Foi então que eu notei
Que o meu castelo tinha desaparecido
Como é que pode ser
A gente não perceber
Que o encantamento tinha sumido

Foi aí que eu tive certeza
Da sua grande tristeza
Que nosso sonho foi uma ilusão
Nosso jeito diferente
Criou uma barreira crescente
Que culminou a nossa paixão

Eu estou muito assustado
Por ter me equivocado
Sempre imaginei que você seria minha
Agora eu vejo
Que tudo foi um ensejo
Para uma vida não muito certinha

Não tenho mais força pra lutar
Não consigo mais nem refutar
Nossa relação me exauriu
Eu sei que fiz de tudo
Me entreguei sem nenhum escudo
Mas minha energia há muito partiu

Eu quero te dizer
Que será difícil te esquecer
Mas irei ver o mundo girar
De agora em diante
Não vou parar nem um instante
Encontrarei alguém que queira me amar


domingo, 14 de junho de 2015

Série Poesias: Aos teus olhos, minha amiga (14/06/2015)



Um dia pensei que estava apaixonado
Mas logo percebi que estava enganado
Porque eu sou assim, não consigo entender
Bastou um momento para eu me perder

É muito difícil, viver blindado assim
Bastou um pequeno vacilo, para eu, de novo, buscar o fim
Agora estou aqui, sofrendo de mim mesmo.
Com um medo enorme ser esquecido a esmo.

Não entendo porque não consigo sentir
A mesma intensidade que você pode emitir
Você faz tudo que um homem pode desejar
E mesmo assim, neste momento, não consigo amar

Há muito tempo isto vem me matando
Meu coração de pedra tem uma espada cravando
Uma lágrima corre pelo canto do meu rosto
Será que um dia serei capaz de acabar com este desgosto.



Na poesia anterior eu fiz a visão do Charlie pela Jordan, do filme  Ironias do Amor (My Sassy Girl),  então eu imaginei exatamente o contrário, se fosse a Jordan que quisesse algo com o Charlie, mas ele não conseguia enxergá-la apenas como uma amiga. Ou seja, esta poesia é exatamente o complemento(operação lógica que significa o contrário) da anterior. Se por um lado ser considerado amiguinho da mulher é um porre, deve ser horrível para a mulher quando ela tá afim e o cara não consegue gostar dela.

Série Poesias: Amigo aos teus olhos (14/06/2015)



Estr.
Vivi a vida inteira escondido
Não quero ser apenas mais um amigo
Guardar isto então, não tem sentido
O mundo saberá o que trago comigo

E o tempo foi passando
E você nunca percebeu
Que eu sempre estive te visando
E não como um amigo teu

E agora te vejo sofrer
Não quero ver você chorar
Perdida por escolhas erradas
Depois chamando pra te consolar

Est.

Por muito tempo esperei
Que você visse em mim
O cara certo pra você
E não um amigo sem fim

Você só me procura
Quando não está legal
Não aguento mais esta loucura
De te abraçar quando você está mal

Estr.



Esta eu fiz baseado em uma cena do filme Ironias do Amor (My Sassy Girl), que fala da amizade do Charlie pela Jordan. A Jordan não olhada o Charlie com os olhos que ele queria.E quantas vezes já vimos esta história. E depois as mulheres vem com aquela máxima: “Você está confundindo as coisas”, nossa esta é de matar, pois na verdade quem está confundindo é ela pois ser amigo é uma coisa, gostar é outra. E um homem quando é amigo não faz certas coisas do que quando gosta, as mulheres é que não percebem e se aproveitam disto. E convenhamos, é muito ruim gostar de alguém e não ser correspondido. E o pior não ser nem notado muitas vezes. Quantas vezes passamos por isto? Principalmente na adolescência, ensino médio....