sábado, 18 de abril de 2015

Série Poesias: Amarras impostas....(Jan/2015)

A humanidade sempre busca a felicidade
Mas não como um prêmio e sim uma necessidade.
Mas existe algo mais falso que isto.
Ser feliz a qualquer preço
Muitas vezes ignorando a quem temos apreço.
E sem contar com o imprevisto.

Não tem coisa mais artificial
Do que fingir ser amplamente normal
Apenas porque todos se mostram assim
E até acredito que na sua ignorância
Ignoram a magia da discrepância
Pois é simples seguir o modelo sem fim

Nos diferentes pode existir a completude
Que pode acalmar esta inquietude
Alcançando a tão buscada sinergia
 E o encaixe perfeito de duas mãos
Que mesmo diferentes se fundem na paixão
Criando o momento de pura energia

A sociedade sempre pregou um modelo
Simplesmente segui-lo poderá ser um pesadelo
Ficando em um eterno sono entediante
Ignorando a natureza e a força de um destino
Nem percebendo que é um amarrado paladino


Que a muito perdeu o brilho contagiante.

Nenhum comentário: